Arquivos para o mês de: janeiro, 2012

callcenteralen

-Bom dia senhor! Estamos fazendo uma pesquisa de opinião com nossos clientes. Gostaríamos de saber como vai sua alma.

-Minha alma? Vai bem, dentro do meu corpo.

-Ela tem apresentado defeitos? Ela foge durante a noite ou em horários imprevistos?

-Não, está tudo bem com a minha alma, porque precisa saber?

-Eu sou do serviço de atendimento ao cliente do além. Estamos fazendo um senso sobre as almas. Se não me engano a sua já tem 42 anos?

-Sim eu tenho 42 anos.

-Ok senhor, você já penhorou, vendeu ou trocou a sua alma por alguma coisa?

-Não! Tá maluca! Claro que não!

-Muito bem senhor, porque isto é crime federal. Só mais algumas perguntas.

-Pode ser rápido? Tenho uma reunião agora a tarde.

-Só preciso do seu numero de cadastro senhor.

-Numero de cadastro?

-Sim senhor, está na parte de trás da sua alma.

-Na parte de trás?

-Sim senhor, basta passar as duas mãos por baixo, por entre as pernas, e olhar pro traseiro, vai ver um numero de série.

-A sim, estou vendo, o meu é 0.

-Exatamente senhor, esse numero mesmo. Estou analisando o seu cadastro final, aguarde na linha…

♪Seja feliz você também, mantenha atualizado o seu cadastro no além♪

-Pois bem senhor! Seu cadastro foi realizado como sucesso! Sua alma tem a duração exata de mais 1 ano e meio. Após este prazo você deverá fazer a devolução.

-Um ano e meio? Quer dizer que eu vou morrer?

-Senhor, isso eu não posso responder.

– Como assim? Vocês levam minha alma e não podem dizer se vou morrer?

-Não senhor, eu não posso responder. Mas estarei transferindo sua ligação para o departamento de corpos, aguarde com o seu numero de cadastro na linha…

fim

Autor: Emerson Silva

heroi-indecente

Era dia de testes no reator nuclear e o físico James estava terminando o ultimo ajuste em uma das máquinas. Analisou alguns resultados, olhou dentro do reator que fazia um barulho, sabe aquele barulho de reator? Então esse mesmo. Mas algo aconteceu de errado. Enquanto estava com a cabeça dentro de uma das engrenagens, checando alguns parafusos, algo o mudou.

Um vazamento e James, um sujeito normal, ganhou superpoderes. Ele agora podia ficar invisível, tinha superforça e toque de gelo, olhos de calor, supervelocidade e resistência a dor.

Ele era agora o super James, um Super-he… Calma aí parece que de desta vez a coisa foi um pouco diferente. James, ao invés de vestir um colan colorido e combater o crime fez algo um pouco indecente.

James achou utilidade melhor para a invisibilidade: ao invés de pegar bandidos vai para o banheiro feminino espiar, entra e sai das festas sem pagar. James não usou sua superforça parando trens desgovernados ou brigando com vilões, mas a partir de então não usou mais portas, atravessava a parede ou entortava os portões. Com os olhos de calor ele fazia churrasco, com o toque de frio ele gelava a cerveja, com a supervelocidade tomava banho em um piscar de olhos, e às vezes na casa, bem rápido, fazia uma limpeza.

Mas um dia James foi testado. Uma velhinha foi assaltada na sua frente, e James, com todos os seus superpoderes a salvou. Pegou a bolsa do ladrão e jogou o bandido com uma só mão, direto para prisão.

Será que agora James vai mudar? Vai ser justiceiro? O arauto da paz e dos bons valores?

Será que agora James vira um Super-he…

Parece que dessa vez ainda não. Uma garota acabou de passar indo ao banheiro feminino, James agora fica invisível e sai mais uma vez de fininho.

fimAutor: Emerson Silva

Remata Para Canto

Um blog para se saber tudo sobre futebol (ou não)

Pensar Enlouquece, Pense Nisso

Blog (mais ou menos) pessoal de Alexandre Inagaki

O Nerd Escritor

Contos, Literatura e Cultura Nerd

Farinha de Mandioca

Tapioca para comer com os olhos.

Letras Minúsculas

Literatura, ilustración, talleres